UM GUIA PARA OS TEMPOS NOVOS

Clique nas imagens laterais para acessar páginas, blogs, grupos, videos, livros, cursos e palestras.

INICIAL EDITORA VIDEOS GRUPOS GLOSSÁRIO

quinta-feira, 19 de março de 2015

A CIVILIZAÇÃO CÓSMICA DO TERCEIRO MILÊNIO


Por Luís A. W. Salvi*

Estamos entrando num tempo de grandes transformações planetárias, uma idade positiva onde nossas ações possuem resultados criativos e determinantes sobre o destino global. 
Vários destes novos conhecimentos a que somos convidados a estudar–ascensão, iluminação, almas-gêmeas, cura espiritual, sinarquia, etc.- são parte das instituições “oficiais” da Nova Era. Muita informação tem sido dada em torno destes saberes, permitindo estudos e experiências profundas.
Olhando em volta, porém, num mundo tão conturbado, pode parecer que as coisas ainda estão muito longe disto. Contudo, ao observarmos a Natureza, veremos que as mudanças não acontecem todas de uma vez e nem de uma hora para outra. A Natureza escolhe os recursos mais adequados para fazer renovar as coisas, às vezes de uma forma até bastante discreta e humilde...

O certo, porém, é que somos parte da mudança e ela é parte de nós. A novidade acontece sempre com nossa participação e conhecimento; a verdadeira mudança é aquela que acontece em nós mesmos.
Claro que as coisas externas também devem mudar, e no final descobrimos que este limiar entre interno e externo é apenas mais uma outra “maya” a superar. Por isto a peregrinação é tão importante na transformação do buscador: cada pegada deixada atrás, é como uma nova janela de oportunidades que se abre.
Ao falar da Nova Civilização,
devemos conhecer os mecanismos da iniciação coletiva. Aqui é onde somos chamados a praticar e a peregrinar grupalmente. As profecias da Nova Era apontam comumente o Brasil como o grande berço da Civilização do Futuro. Alguns fatores predisponentes: a. mistura racial; b. ampla territorialidade, c. situado nas Américas e no Hemisfério Sul. 
Com isto o Brasil também representa uma nação-em-movimento, seu território é um leito seguro para o fluxo cultural através dos séculos, quando as Capitais Federais mudam de região de tanto em tanto para dar lugar ao fomento pacífico de uma nova cultura social, enquanto que em outras partes do mundo tal coisa pode dar lugar a conflitos e a revoluções. A sabedoria do todo convida pois a seguir este fluxo.
Da mesma forma, devemos buscar caminhar em unidade, tratando de superar idiossincrasias e separatismos. As ideologias das novas nações são fraternais, espirituais e ambientalistas. Não há lugar para conflitos sociais entre nós, cabe apenas a defesa daquilo que é nosso, a proteção do nosso próprio quinhão.
Nossas culturas nativas inspiraram muitas vezes as utopias do Velho Mundo. Não precisamos de ideologias estranhas, parciais e separatistas, somente aquilo que contempla a beleza e unidade da vida pode atender ao todo pelo qual como nação emergente devemos aspirar, na suprema tarefa de afirmar a manifestação de um Novo Modelo de Humanidade.

Leia também

A Sociedade Quântica - uma apropriação Holística dos Novos Paradigmas


Luís A. W. Salvi é escritor holístico, autor de cerca de 150 obras sobre a transiçãoplanetária.
Editorial Agarthawww.agartha.com.br
Contatos: webersalvi@yahoo.combr, Fone (51) 9861-5178

Participe dos debates em nossos facegrupos:

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário